Investigação da 1-(2-benzotiazolil)-3-metilpirazol-5-ona como um inibidor de corrosão para aço carbono em 1 mol L-1 de ácido clorídrico

Cinthia Emmanuelle Barros Maia, Gilberto Alves Romeiro, Márcia Cristina da Cunha Veloso, Marcos Vinicius da Silva Santana, Bruno Peixoto Salarani, Mariane Ferreira dos Santos, Rachel Rodrigues Vasconcellos

Resumo


No presente estudo, a 1-(2-benzotiazolil)-3-metilpirazol-5-ona (BMP) foi sintetizada e sua capacidade de inibição em relação à corrosão do aço carbono ASTM A36 em solução de 1 mol L-1 de HCl foi estudada. A síntese da BMP baseou-se na condensação da benzotiazol-hidrazina com acetoacetato de etila, e a sua caracterização foi feita por espectroscopia de infravermelho e RMN de 1H. O ensaio de perda de massa e parâmetros químicos quânticos foram utilizados para avaliar a eficiência do inibidor e sua capacidade de adsorção ao metal. Os resultados experimentais revelaram que a inibição aumenta com o aumento da concentração, atingindo inibição máxima de 93% a 600 mg L-1. Além disso, foi observado que a adsorção do BMT na superfície do aço carbono obedece à isoterma de Langmuir. Os cálculos químicos quânticos mostraram que o inibidor está propenso à interação com o metal. Portanto, os resultados teóricos e experimentais concordam, mostrando que o inibidor estudado apresenta grande potencial anticorrosivo.

Palavras-chave


Corrosão; Síntese orgânica; Inibidor orgânico;

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online