A Química como Vocação: Basta Melhorá-la no Ensino Médio

Bárbara V. da Silva, Michelle Jakeline C. Rezende, Lidilhone Harmerski, Márcia Rosa de Almeida, Leandro Damiano Saldanha, Lucas T. S. A. Azevedo, Gabriel S. Abreu, Maria Angélica N. T. Santiago, Ricardo B. de Alencastro, Angelo C. Pinto

Resumo


O ensino de ciências no Ensino Médio, em particular a Química, é um retrato do atraso da educação no Brasil ao longo de sua história. Além da falta de infraestrutura para as aulas experimentais, há uma carência muito grande de professores dessa disciplina.

Este artigo resume os resultados obtidos em projetos submetidos a dois editais: Edital FAPERJ Nº 08/2012 - Apoio à Produção de Material Didático para Atividades de Ensino e/ou Pesquisa 2012, cujo objetivo foi confeccionar 300 kits com materiais de laboratório para serem distribuídos a professores de Química do Ensino Médio das redes Estadual e Municipal do RJ; e o Edital FAPERJ Nº 31/2012 - Apoio à Melhoria do Ensino em Escolas da Rede Pública Sediadas no Estado do Rio de Janeiro 2012, cujo objetivo foi criar um laboratório de Química para aulas experimentais no Colégio Estadual José Veríssimo, no Município de Magé.

Tanto a confecção dos kits como a criação do laboratório químico Professor Joab Trajano, foram realizadas com sucesso e estão repercutindo de maneira positiva em diversas escolas do Rio de Janeiro, em especial, no Colégio Estadual José Veríssimo, que se tornou um exemplo de modelo para Magé e para todo o estado do Rio de Janeiro.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20150045


Palavras-chave


Ensino de química; Ensino Médio; Confecção de kits; Material didático.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online