Produção, Caracterização e Aplicação de Carvão Ativado de Casca de Nozes para Adsorção de Azul de Metileno

Patrícia D. de Costa, Luana M. Furmanski, Lucas Dominguini

Resumo


Neste trabalho, foi preparado um carvão ativado a partir de um resíduo agrícola, rico em carbono, a casca de noz. Ativação física por pirólise e ativação físico-química foram usadas para a preparação dos carvões ativados. O material foi caracterizado em relação ao teor de carbono e cinzas, TGA (análise termogravimétrica), FTIR (espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier), MEV (microscopia eletrônica de varredura) e BET (área superficial). Os resultados mostram que o carvão produzido apresenta um teor de carbono acima de 78 %, com uma área de superfície de cerca de 400 m2.g-1 com uma elevada estabilidade térmica e morfologia tipo favo de mel. Os testes de capacidade de adsorção de azul de metileno mostrou cerca de 68 mg.g-1 para o carbono ativado produzido por meios físicos e 104 mg.g-1 para ativação físico-química com ZnCl2. Assim, o material mostrou ser um promissor na remoção de azul de metileno em solução aquosa.

Palavras-chave


Carvão ativado; casca de noz; adsorção; azul de metileno.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online