Comparação da Eficiência de Diferentes Técnicas (Esgotamento e Foulardagem) de Fixação de Permetrina em Tecidos Têxteis

Tayene G. Martins, Simone C. Chiapetta, Lucas J. Carvalho, Ricardo J. Cassella

Resumo


Devido à falta de conhecimento em quimioprofilaxia para a maioria das doenças transmitidas por picada de inseto, considera-se a utilização de repelentes como um dos itens de maior importância no combate a doenças assim transmitidas. Seguindo essa tendência, a utilização, não apenas dos repelentes aplicados diretamente na pele, mas também dos impregnados nos tecidos utilizados para fabricação de roupas tem sido frequente e de grande importância. A permetrina é uma das espécies comumente utilizada para esse fim e tal possibilidade existe devido ao fato da mesma possuir baixa toxidade por adsorção cutânea aliada a sua alta eficiência na ação repelente. Diversos são os métodos industriais utilizados com a finalidade de fixar uma substância química no tecido. Nesse trabalho, dois métodos diferentes de fixação de permetrina em tecido foram avaliados quanto a sua eficiência: o esgotamento e a foulardagem. No processo de esgotamento, o tecido permanece sob agitação em contato com o banho da solução de permetrina, e na foulardagem, o tecido passa por roletes compressores para que essa solução seja forçada a penetrar no mesmo. A eficiência da fixação foi avaliada pela quantificação da permetrina nos tecidos impregnados e os resultados obtidos indicaram que o procedimento por esgotamento mostrou-se mais eficiente, uma vez que foi encontrada uma maior concentração de permetrina no tecido quando fixado por essa técnica.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20150062


Palavras-chave


Permetrina; Esgotamento; Foulardagem.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online