Sistema VEGF, um Alvo Multi-terapêutico

Guilherme B. L. de Freitas, Lucas V. B. Hoelz, Daniel L. M. de Aguiar, Ricardo B. de Alencastro, Rosane A. S. San Gil

Resumo


A capacidade de modulação do sistema fator de crescimento vascular endotelial (VEGF) é fundamental no tratamento de diversas fisiopatologias e na manutenção da homeostase. Desta forma, neste trabalho são discutidas algumas estratégias de controle, e.g. com ações extracelulares, anticorpos monoclonais e aptâmeros agem como inibidores de VEGF e seus respectivos receptores (VEGFR). Por outro lado, no ambiente citoplasmático, ocorre a prevalência da atividade de moléculas inibidoras do domínio tirosina-quinase.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20090025


Palavras-chave


Angiogênese ; VEGF; inibidores; fármacos; tirosina-quinase

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online