Mercúrio: da Antiguidade aos Dias Atuais

Luciano T. Costa, Giane B. Damas, Bruno Bertoldo

Resumo


O elemento mercúrio possui uma importância histórica para a química. Desde os tempos antigos, quando relatos mostram que este elemento podia ser obtido a partir do cinábrio, HgS, o mercúrio esteve sempre presente em importantes descobertas e transformações químicas, como nas experiências com HgO realizadas independentemente por Karl Wilhelm Scheele (1742-1786) e Joseph Priestley (1733-1804), culminando com a descoberta do oxigênio. Utilizado do século XV até o início do século XX para tratamento de sífilis, o mercúrio encontra hoje diversas aplicações, que incluem o uso em amálgamas odontológicas, lâmpadas fluorescentes, em processos industriais e atividades de extração de ouro. Contudo, por ser um elemento altamente tóxico, o descarte incorreto e a contaminação de efluentes e solos por mercúrio causam problemas às populações que fazem uso dos recursos disponíveis na região contaminada.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20140063


Palavras-chave


mercúrio; meio ambiente; história da química

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online