ESTUDO FÍSICO-QUÍMICO E QUIMIOMÉTRICO DE MÉIS DO ESTADO DO PARÁ

José Marcos Nobre de Mora Junior, Charles Alberto Brito Negrão, Ronaldo Magno Rocha, Ewerton Carvalho de Souza, Antonio dos Santos Silva

Resumo


O mel é um produto produzido pelas abelhas a partir do néctar de flores, sendo considerado um fluido viscoso com alta concentração de açúcares, destacando-se a glicose e a frutose, além de ácidos orgânicos, minerais e outros compostos. O Brasil é um dos grandes produtores e exportadores mundiais de mel. O que é devido às condições ambientais, diversidade vegetal de seu território e variabilidade climática, o que leva a uma produção do mel o ano todo. No Pará, o clima e a diversidade vegetal, dentre outros fatores, favorecem a criação de abelhas, todavia ainda é reduzido o controle de qualidade do mel paraense. Este trabalho buscou analisar, em termos físico-químicos, méis produzidos por abelhas da espécie Apis mellifera, oriundos de quatro localidades distintas do nordeste do Pará. O pH variou, em média, entre 2,98 a 4,30; a condutividade elétrica variou entre 48,80 a 154,02 mS/cm; as cinzas variaram entre 1,45 a 3,05 %; a umidade variaram entre 18,89 a 21,58 %; os açúcares redutores variaram entre 58,08 a 65,26 %; os sólidos solúveis totais variaram entre 76,96 a 79,72º Brix; os sólidos insolúveis totais variaram entre 0,29 a 0,55 %; a densidade variou entre 1,401 a 1,467 g/mL; a cor predominante foi a âmbar escuro; a viscosidade oscilou entre 247,56 a 377,72 cSt; e a acidez variou entre 1,68 a 4,70 meq/kg. As técnicas estatísticas multivariadas de ACP e AHA se mostraram eficientes na separação das amostras estudadas conformevsua origem.

Palavras-chave


Amazônia, produto de oriem animal, controle de qualidade



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online