Atualizações sobre a quantificação de flavonoides e fenóis totais em própolis

Maria Cristina Marcucci, Antônio Salatino, Lais Farias Azevedo de Magalhães Oliveira, Carolina Passarelli Gonçalves

Resumo


A própolis é largamente conhecida por suas importantes atividades terapêuticas. Apresenta em sua constituição química diversas classes de metabólitos secundários, tais como, fenóis simples, ácidos carboxílicos e cinâmicos, cumarinas, taninos e flavonoides. Entretanto, os flavonoides, uma classe importante de metabólicos secundários, muitas vezes encontra-se em pequenas concentrações na própolis, o que pode dificultar sua quantificação. Tendo em vista estas informações, esta revisão teve como objetivo relacionar as principais metodologias utilizadas na identificação e quantificação desta classe de metabólitos secundários, além de propor novas abordagens para a caracterização de flavonoides e fenóis totais, a partir da utilização de matérias primas comerciais de baixo custo.


Palavras-chave


própolis; flavonoides; fenóis; quantificação



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online