Uso do resíduo orgânico de cápsulas de café na adsorção de íons Cu(II), Co(II), Ni(II) e Cd(II) em sistemas aquosos

Vanessa Nunes Alves, Jussara dos Santos Muniz, Alêssa Gomes Siqueira, Jordana de Assis Nunes Oliveira, Marina Mesquita Ferreira

Resumo


O presente trabalho visa utilizar resíduos orgânicos de cápsulas de café como material adsorvente para adsorção dos íons Cu(ІІ), Co(ІІ), Ni(ІІ) e Cd(ІІ) em sistemas aquosos. A fim de conhecer as propriedades do adsorvente, o mesmo foi submetido à caracterização por Energia de Fluorescência de Raios X (EDX), Espectroscopia de Absorção na Região do Infravermelho (IV) e determinação do pH no Ponto de Carga Zero (pHPCZ). A análise por EDX após o procedimento de adsorção revelou um aumento na intensidade dos picos referentes ao íon Cu(II) e o surgimento de picos referentes aos íons Co(II) e Ni(II). Os espectros de IV mostraram bandas referentes aos principais grupos funcionais presentes no resíduo orgânico de cápsulas de café, havendo após a adsorção uma modificação na banda em 795 cm-1 que indica uma possível interação entre os íons metálicos e o adsorvente. O pHPCZ revelou uma superfície neutra em uma faixa de 6 a 8. Os fatores que influenciam o processo de adsorção, como pH, massa de adsorvente e tempo de adsorção, foram avaliados de forma univariada, sendo obtido os valores ótimos de 9, 80 mg e 40 minutos, respectivamente. A avaliação cinética do processo de adsorção foi realizada, indicando que os íons Ni(II) e Co(II) se ajustaram melhor ao modelo de Avrami, o íon Cd(II) ao modelo de pseudo-segunda ordem e o íon Cu(II)  se ajustou aos modelos de Avrami e pseudo-segunda ordem, podendo ser explicado por ambos.


Palavras-chave


Adsorção, resíduo, cápsulas de café



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online