Avaliação de Riscos Decorrentes da Liberação de Etanol em Tanques de Armazenamento em Indústria Sucroenergética

Ana Flávia Alves Oliveira, Rita de Cássia Superbi Sousa, Fábio de Ávila Rodrigues

Resumo


O setor sucroenergético no Brasil tem origem secular e vem se tornando responsável pelo maior processamento de cana-de-açúcar no mundo. Com o crescimento do setor e altas vazões de produtos, as indústrias precisaram se readequar às novas condições de processo e de operação, que passaram a potencializar alguns riscos inerentes ao processo em relação ao impacto que podem causar devido à grande produção. O armazenamento do etanol foi estudado a fim de avaliar os riscos intrínsecos a este processo, decorrentes do derramamento, inflamabilidade e incêndio. Foram utilizados diferentes métodos de análise de risco industrial, como o método de Análise Preliminar de Risco (APR), utilização do software ALOHA®, que permite observar os raios atingidos por impactos de eventos indesejados na região da ocorrência e o método de análise de riscos Checklist usado para avaliar possíveis fontes causadoras de eventos indesejados dessa operação, assim como possíveis formas de controle. Pôde-se observar que, em condições de derramamento, incêndio ou área de inflamabilidade, as condições atmosféricas impactam nos raios das áreas de risco. É relevante que, na possibilidade de ocorrer os eventos estudados neste trabalho, o raio de segurança seja respeitado, com a evacuação dos trabalhadores que operam naquele raio e que haja a garantia de ausência de fontes de ignição dentro desse perímetro, garantindo que as salvaguardas necessárias estejam aptas a serem utilizadas.


Palavras-chave


Análise de risco; setor sucroenergético; incêndio; explosão; ALOHA; Checklist

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online