Sistemas de injeção em fluxo e em batelada com detecção eletroquímica aplicados na determinação de fármacos

Mayra Asevedo Campos de Resende, Daniela Nunes da Silva, Arnaldo César Pereira

Resumo


O excessivo consumo de medicamentos por humanos e na criação de animais, os descartes insalubres de resíduos de produções farmacêuticas e a ausência de fiscalização nesses processos, tem gerado problemas de saúde humana e danificado o meio ambiente. Diante disso, metodologias que empregam sistemas e equipamentos portáteis, de baixo custo, que apresentam boa seletividade, sensibilidade e são eficientes na quantificação e qualificação das amostras, tem ganhado destaque para auxiliar nesse controle de qualidade necessário. As metodologias eletroanalíticas abrangem não só os fatores destacados como também pode ser favorecida quando associada a sistemas de injeção tais como em fluxo e em batelada que, por sua vez, proporcionam maior robustez, aumento da velocidade e da frequência analítica. A Análise por Injeção em Fluxo (FIA) consiste em um fluxo contínuo de soluções pelo qual o analito é carregado para a detecção. Já a Análise por Injeção em Batelada (BIA) consiste, basicamente, no carregamento e injeção de alíquotas do analito diretamente sobre a superfície do eletrodo de trabalho durante todo o processo de análise. Estes sistemas possuem baixo consumo de amostras e de reagentes, fácil manuseio e fácil manutenção, além do custo moderado dos instrumentos. Diante disso, este trabalho tem como objetivo principal revisar sobre as vantagens de métodos eletroanalíticos acoplados aos sistemas de injeção FIA e BIA, destacando a construção e aplicação de tais sistemas.

Palavras-chave


detecção eletroquímica; determinação de fármacos; análise por injeção em fluxo; análise por injeção em batelada



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online