Planejamento de novos compostos para a enzima gliceraldeído-3-fosfato desidrogenase (GAPDH) de Leishmania mexicana a partir de modelagem molecular

Mariano Henrique Coimbra Rodrigues, Ana Paula Lima Costa, Fabio Alberto Molfetta

Resumo


A leishmaniose é uma doença causada por protozoários do gênero Leishmania, sendo endêmica em mais de 98 países. Além disso, a leishmaniose está entre as chamadas Doenças Tropicais Negligenciadas, havendo pouco interesse de pesquisa clínica, nenhuma vacina e um arsenal terapêutico bastante inadequado. A via glicolítica dos protozoários responsáveis pela doença tem sido investigada como um alvo atrativo para o planejamento novos fármacos, e uma das enzimas que vem despertando interesse é a gliceraldeído-3-fosfato desidrogenase (GAPDH). Assim, este trabalho teve como objetivo encontrar possíveis inibidores para a enzima GAPDH de Leishmania mexicana (L. mexicana) a partir de um composto matriz, a fim de se aumentar sua complementariedade. A busca foi feita na base de dados dos servidores PubChem, ZINC e SciFinder, e todos os compostos análogos foram submetidos a uma predição de toxidez. Os compostos foram submetidos à etapa de docagem molecular com a enzima GAPDH e os resultados mostraram importantes ligações de hidrogênio com os resíduos Arg249, Ser224, Ser226, Thr167 e Thr226, mostrando as mesmas interações obtidas na literatura. Também foi feita uma docagem de todos os compostos na enzima da GAPDH humana, para minimizar reações adversas. Disto, foi selecionado o ligante mais promissor para a etapa de Dinâmica Molecular (DM) e, posteriormente, com o resultado obtido pelo gráfico da Raiz do Desvio Quadrático Médio (Root Mean Square Deviation – RMSD) verificou-se que o complexo apresentou estabilidade, e que o valor de energia livre de ligação foi favorável. Assim, os resultados obtidos neste estudo mostraram que o composto selecionado pode ser usado para o planejamento de novos inibidores da enzima GAPDH de L. mexicana.


Palavras-chave


Leishmaniose; gliceraldeído-3-fosfato desidrogenase; Docagem molecular; Dinâmica molecular



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online