Atividade Antifúngica do Látex de Jatropha multifida L. (Euphorbiaceae) e de Lupenona isolada de suas Folhas

Luciana Moreira Chedier

Resumo


Jatropha multifida L. pertence à família Euphorbiaceae, é popularmente utilizada no Brasil para tratamento e cicatrização de feridas infectadas, úlceras gastrointestinais e candidíase. Lupenona, isolada do extrato hexânico de suas folhas, foi submetida ao teste de sinergismo para Candida tropicalis e avaliação do seu possível mecanismo de ação antifúngico. Lupenona se mostrou capaz de reduzir pela metade a capacidade inibitória mínima (CIM) de fluconazol contra C. tropicalis com possível ação na parede celular e no ergosterol da membrana fúngica. A fração oriunda de sucessivos fracionamentos do resíduo aquoso do látex, foi analisada por CLAE-DAD e testada em ensaio antifúngico contra as seguintes leveduras: Candida albicans, Candida albicans Sorologia A e B, Candida grablata, Candida krusei, Candida tropicalis e Cryptococcus neoformans. Essa fração apresentou uma provável catequina com atividade moderada frente à C. tropicalis e C. grablata.  A presença de triterpeno e polifenóis em J. multifida pode ser responsável pelas atividades antifúngicas e cicatrizantes apresentadas pela espécie. Lupenona pode ser utilizada em associação com fluconazol no desenvolvimento de um novo antifúngico

Palavras-chave


catequina, Candida, citotoxidez, lupenona, Jatropha



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online