Análise de Acilgliceróis em Amostras de Azeites de Oliva Comerciais por Cromatografia Líquida de Alta Eficiência com Detector de Aerossol Carregado (Corona DAC) e Métodos Quimiométricos

Antonio Jorge Ribeiro da Silva

Resumo


Os triacilgliceróis (TAG) são triésteres de ácidos graxos (AG) e glicerol, diferindo no comprimento das cadeias dos AG bem como no número, posição e configuração cis/trans das ligações duplas. TAGs são componentes majoritários de óleos vegetais e são componentes importantes da dieta humana por causa do seu valor nutricional e pelos seus benefícios à saúde humana. A determinação da composição de TAGs em óleos é importante, pois pode ocorrer adulteração, especialmente com óleos de custo elevado como o azeite de oliva. O uso da Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE) com o detector de aerosol carregado (DAC) está atraindo um interesse crescente, devido à sua aplicabilidade na determinação de analitos não voláteis contendo cromóforos com absortividade baixa ou inexistente. Detectores como DAC e ELSD (do inglês: evaporative light scattering detector) têm sido utilizados por permitir a determinação direta de TAGs em óleos sem a necessidade de hidrólise, metilação e análise por cromatografia em fase gasosa. No presente relato, demonstramos a utilização de CLAE/DAC na determinação da composição de TAGs em azeites de oliva extra virgens comerciais. A análise multivariada foi utilizada para apontar as diferenças nos perfis de TAG induzidos pela adição de óleo de soja ao azeite de oliva extra virgem. O método desenvolvido é de simples execução e apresenta vantagens quanto ao tempo de análise, reprodutibilidade e resolução cromatográfica, em comparação com os métodos baseados na detecção com detector de índice de refração para a determinação dos triacilgliceróis em azeites de oliva extra virgens. A aplicação de métodos quimiométricos (PCA e HCA) aos resultados das análises de azeites com adição de óleo de soja evidenciou as diferenças entre os tipos de triacilgliceróis presentes nestes óleos, em relação àqueles presentes nos azeites extra-virgens.

Palavras-chave


óleos vegetais, acilgliceróis, CLAE/DAC, PCA, HCA

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online