Neutralização ou Esterificação como Técnicas de Melhoria dos Insumos para Produção de Biodiesel

Bruna Deolinda Hochscheidt, Eduardo dos Santos Possamai, Mateus Pimentel Mendes da Silva, Jonathan Dieter, Fabiano Rosa da Silva, Rodrigo Sequinel

Resumo


Neste trabalho foram testadas duas formas efetivas de redução de acidez de matérias primas voltadas a produção de biodiesel, sendo uma a neutralização e outra o processo de esterificação dos ácidos graxos. Foram utilizadas a gordura residual de frango e óleo residual de fritura, visto que ambas são geradas em grande volume, todavia têm sido pouco utilizadas nos processos de produção de biodiesel, devido à grande variação da qualidade. Ambas as amostras foram previamente caracterizadas com a determinação do teor de água, índice de acidez, índice de peróxidos e reanalisadas ao final de cada processo. Os resultados iniciais de caracterização evidenciaram que as amostras tinham acidez elevada e estavam oxidadas. Após a purificação houve redução significativa dos valores de acidez e peróxido, com destaque para a gordura de frango que teve redução de 96,5 % da acidez após a neutralização e índice de peróxido abaixo de 10 meq/kg de amostra. Destaca-se ainda neste trabalho que, no caso de amostras com elevada acidez, como no caso da gordura de frango, ao comparar os dois processos de tratamento, maiores rendimentos mássicos foram obtidos para o processo de esterificação, sendo este de 87,66 % frente a 58,85 % obtido na neutralização.


Palavras-chave


Gordura de frango; óleo residual de fritura; ácidos graxos livres; saponificação; biodiesel



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online