HIDROCARBONETOS POLICÍCLICOS AROMÁTICOS: UMA AVALIAÇÃO PRELIMINAR DA CONTAMINAÇÃO DO SOLO SUPERFICIAL DE MANGUINHOS, RIO DE JANEIRO (RJ)

Danielle de Almeida Carvalho, Sergio Rabello Alves, Rosália Maria Borges de Oliveira, Sergio Alves da Silva, Manoella Santos de Borborema Fernandes

Resumo


Este trabalho visa qualificar as informações a respeito dos pontos de contaminação por HPAs presentes no solo de Manguinhos/RJ e suas consequências para a saúde humana e ambiental, contribuindo para qualificar as intervenções do poder público. Situado na zona norte do município do Rio de Janeiro/RJ, Manguinhos é constituído de 13 comunidades, totalizando aproximadamente 36 mil habitantes. Esta região recebe poluentes de fontes diversas com destaque para a Refinaria de Manguinhos e a Avenida Brasil onde circulam milhares de veículos/dia. O Plano de Amostragem correspondeu a uma grade regular sobre o mapa do bairro com pontos equidistantes de 150m. As determinações das concentrações de HPAs foram realizadas por CG/MS. Os resultados obtidos mostram que cinco comunidades apresentaram resultados do ? dos 10 HPAs superiores ao Valor de Alerta (Lista Holandesa) considerando os valores máximos permitidos. Vila União apresentou resultados superiores ao Valor de Alerta considerando os valores máximos permitidos e a mediana.


Palavras-chave


Manguinhos; HPA(s); solo contaminado; ocupação do território



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online