Avaliação dos extratos hidroalcoólicos do caule e folhas da Ximenia americana L. na cicatrização de feridas excisionais agudas em pele de camundongos

Valdileia Teixiera Uchôa, Antônia Flávia Moreira Da Palma, Laura Karina Monteiro Marques, Renata Da Silva Carneiro, Gilmânia Francisca Da Sailva Sousa, Danniel Cabral Leão Ferreira, Antônio Euzébio Goulart Sant´Ana, Antônio Luiz Martins Maia Filho, Rosemarie Brandim Marques, Wellington Dos Santos Alves

Resumo


A atividade cicatrizante dos extratos hidroalcoólicos 2,5% das folhas, cascas e madeira do caule de Ximenia americana L. foi investigada experimentalmente em feridas cutâneas cirurgicamente induzidas em camundongos. O estudo fitoquímico revelou a presença de taninos, flavonoides, saponinas e esteroides. O percentual de regressão da ferida foi maior nos grupos tratados com a planta aos 14 (80%) e 21 dias (100%) quando comparados ao grupo controle, havendo também redução significativa (p<0,05) do número de células mononucleares. O processo de fibroplasia foi mais evidente no grupo tratado com a casca do caule evidenciado pelo aumento significativo de fibroblastos, chegando a mais de 150% no período de 21 dias. Os extratos hidroalcoólicos da X. americana mostraram-se favoráveis ao processo de cicatrização através da regressão da ferida, redução de células inflamatórias e aumento do número de fibroblastos.

Palavras-chave


Ximenia americana; Cicatrização; Camundongos



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online