Análise Farmacofórica da Tripanotiona Redutase (TR) de Trypanosoma cruzi complexada com Inibidores Peptídeo miméticos

Samuel S. da R. Pita, Pedro Geraldo Pascutti

Resumo


O tratamento da doença de Chagas em sua forma crônica é ineficiente.  Assim, novas abordagens terapêuticas têm sido estudadas. Dentre estas, a Tripanotiona Redutase (TR) apresenta-se como um alvo seletivo e específico para a quimioterapia desta doença. Estudamos, por Dinâmica Molecular (DM) usando o programa GROMACS, o comportamento de uma série de seis complexos envolvendo a TR de Trypanosoma cruzi e seus inibidores peptídeo miméticos. Esta metodologia permite o estudo temporal das múltiplas conformações dos átomos em cada complexo conjuntamente às descrições de suas interações. Os resultados obtidos através do mapeamento de átomos do sítio ativo revelaram grupos importantes na modulação do perfil de inibição enzimática (grupos farmacofóricos). A partir desta análise farmacofórica foi possível selecionar sítios alternativos de ligação à enzima e se identificou padrões de interação que regem a inibição da TR pelos peptídeos miméticos. Estes dados serão futuramente aplicados no desenvolvimento racional de fármacos inibidores da TR visando o tratamento da doneça de Chagas.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20120057


Palavras-chave


Dinâmica Molecular; Doença de Chagas; Tripanotiona Redutase; Inibidores Peptídicos.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online