Comparação das emissões de gases de efeito estufa em uma cooperativa de reciclagem de materiais

Virgínia Aparecida da Silva Moris, Graziele Lucca Longo, Andréa Oliveira Nunes, christian Cuello Barrios, Jane Maria Faulstich Paiva

Resumo


Nas últimas décadas, o consumo de recursos naturais e a geração de resíduos sólidos aumentaram de maneira acelerada devido ao aumento da população e crescimento das cidades. Além disso, a rápida obsolescência e descarte de produtos contribuiu para aumentar os impactos causados ao meio ambiente. Um grande desafio atual é a reutilização desses resíduos, de forma a agregar valor a esses materiais descartados e reinseri-los na cadeia produtiva através, por exemplo, da reciclagem desses materiais. Há possibilidade de reduzir as emissões de gases de efeito estufa por meio da recuperação e reciclagem, papel desempenhado fundamentalmente pelas cooperativas que realizam o trabalho de coleta, separação, limpeza, estocagem, venda e, por vezes, até o processo de reciclagem dos resíduos. Assim, o presente estudo teve como objetivo analisar a contribuição das cooperativas na redução das emissões de gases de efeito estufa (GEE), bem como destacar a sua importância no cenário atual. Uma metodologia simplificada de Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) foi utilizada para quantificar as emissões evitadas com o processo de reciclagem, comparando-o com as emissões provenientes da produção de materiais virgens. Os resultados apresentaram números significativos para a utilização de materiais recicláveis em relação aos virgens. Além disso, as emissões da produção de materiais virgens também foram quantificadas utilizando o software Simapro, que abrange todos os processos envolvidos. Desta maneira foi possível avaliar as emissões do galpão de triagem da cooperativa, que foram menores quando comparadas ao processo de fabricação com utilização de recursos virgens.

Palavras-chave


Resíduos sólidos, Reciclagem, Avaliação do Ciclo de Vida, Gases do efeito estufa.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online