Sistemas Enzimáticos de Tripanossomatídeos como Potenciais Alvos Quimioterápicos

Jorge L. R. Melos, Aurea Echevarria

Resumo


Doenças causadas por tripanossomatídeos são, há muito tempo, conhecidas. Esses parasitos apresentam como peculiaridade a alternância de formas nos vetores e em seus hospedeiros, com morfologia, bioquímica e maneiras de escape bem diferenciadas. O conhecimento de estudos recentes, fundamentalmente sobre as vias metabólicas usadas por esses parasitos, apresenta grande interesse científico, especificamente, nas divergências entre as rotas metabólicas de hospedeiros humanos e desses parasitos. Desta forma, a via de obtenção de energia (via glicolítica), biossíntese de poliaminas, biossíntese de esteróis, biossíntese de microtúbulos, metabolismo do folato, e ainda, as enzimas DNA topoisomerases, tripanotiona redutase, hipoxantina-guanina fosforibosiltransferase, óxido nítrico sintase, arginase, cisteína protease e superóxido dismutase revelam-se importantes alvos para novos fármacos antitripanossomatídeos.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20120029


Palavras-chave


Tripanossomatídeos; alvos quimioterápicos; sistemas enzimáticos.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online