Torta de Filtro, Resíduo da Indústria Sucroalcooleira Uma Avaliação por Pirólise Lenta

Priscila Schroeder, Cassiano Augusto Rolim Bernardino, Claudio Fernando Mahler, Márcia Cristina da Cunha Veloso, Gilberto Alves Romeiro

Resumo


Atualmente, há uma grande preocupação no Brasil com a destinação final dos resíduos geradas através das atividades urbanas, industriais, agrícolas, dentre outras. O processo de pirólise é uma excelente alternativa para o tratamento de resíduos agroindustriais como a torta de filtro. O objetivo deste trabalho foi avaliar um tratamento por pirólise lenta do resíduo torta de filtro da indústria sucroalcooleira, visando obter bioprodutos, com prováveis aplicações no mercado. Os resultados mostraram que o rendimento dos bioprodutos foram 68 % de carvão, 17 % de gás, 11 % de água e 4 % de óleo. Além disso, o carvão gerado foi o bioproduto com maior potencial de aplicação, pois apresentou características para ser utilizado como adsorvente orgânico e adubo orgânico.

Palavras-chave


Torta de filtro; Pirólise; Biocarvão



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online