DETERMINAÇÃO ESPECTROFOTOMETRICA DE AZITROMICINA EM FORMULAÇÕES FARMACÊUTICAS EMPREGANDO A REAÇÃO COM ALIZARINA.

Carlos Eduardo de Paula

Resumo


Neste trabalho foi desenvolvido um método espectrofotométrico para quantificação de azitromicina em formulações farmacêuticas e o acoplamento de um sistema de análise por injeção em fluxo (FIA). O método baseia-se na reação ácido-base da azitromicina (AZ) com a alizarina (ALZ) em meio aquoso. Sendo a espécie formada medida espectrofotometricamente em 525 nm. Após a otimização das variáveis físicas e químicas, a lei de Lambert Beer’s é obedecida no intervalo de concentração 4 - 20 mg L-1 e 8 - 40 mg L-1, para o método sem e com o acoplamento do sistema FIA, respectivamente, a absortividade molar encontrada foi de 3,06 x 103 L mol -1 cm -1. As duas formas de quantificação foram aplicadas para determinação de azitromicina em formulações farmacêuticas. Os resultados das análises foram estatisticamente válidos.

Palavras-chave


azitromicina, espectrofotometria, alizarina

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online