Uso de Indicadores de Patentes como Metodologia para Avaliação do Desenvolvimento da Tecnologia de Extração Supercrítica

Bruna Aparecida S. Machado, Samantha S. Costa, Rejane P. D. Silva, Aline R. C. Alves, Lilian L. N. Guarieiro, Francine F. Padilha

Resumo


A utilização de indicadores científicos e tecnológicos que traçam os investimentos em pesquisa, desenvolvimento e inovação vem crescendo nos últimos anos. Este artigo teve como objetivo avaliar os indicadores tecnológicos e científicos, por meio da pesquisa relacionada ao depósito de patentes e gastos com PD&I realizados pelos países detentores da tecnologia de extração supercrítica. A pesquisa foi realizada nas bases de dados online do escritório europeu Espacenet (EP), com a coleta, tratamento e análise das informações extraídas dos documentos de patentes. A tecnologia pesquisada se encontra principalmente concentrada em países desenvolvidos, os quais possuem os maiores investimentos financeiros em PD&I nos últimos anos.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20160077


Palavras-chave


Indicadores; patentes; extração supercrítica; inovação.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online