Estudos Teóricos de Oligômeros Aplicados na Composição de Células Fotovoltaicas ou Diodos Orgânicos Emissores de Luz

Simone S. Ramalho, Kamilla F. Cândido, Alessandra Albernaz

Resumo


Os semicondutores orgânicos foram descobertos há mais de um século, mas somente nos últimos 30 anos, eles se tornaram o centro das atenções da indústria e academia, devido ao grande potencial de aplicações em novos dispositivos tais como os Diodos Orgânicos de Emissão de Luz (OLEDs) e Células Fotovoltaicas Orgânicas (OPVs). Neste trabalho, determinamos as geometrias de equilíbrio, os gaps de energia, potenciais de ionização, eletroafinidades, funções trabalho e comprimentos de onda para dez oligômeros (comumente usados na eletrônica orgânica) usando os níveis B3LYP/6-31G(d,p)//AM1 e B3LYP/6-31G(d,p). Através da análise dessas propriedades, verificamos quais são os melhores oligômeros para se construir dispositivos OPVs e OLEDs.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20160033


Palavras-chave


Semicondutores Orgânicos; Células Fotovoltaicas Orgânicas; Diodos Orgânicos de Emissão de Luz.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online