Novas Perspectivas sobre o Papel dos Orbitais Moleculares de Fronteira no Estudo Da Reatividade Química: Uma Revisão

Douglas Henrique Pereira, Felipe A. La Porta, Regis Tadeu Santiago, Danielle R. Garcia, Teodorico C. Ramalho

Resumo


Orbitais moleculares tem um papel crucial no entendimento da reatividade química em nível atômico, e são importantes descritores para a racionalização de várias reações químicas. Neste contexto, o conceito de orbital de fronteira introduzido por Fukui, refere-se ao uso da densidade eletrônica dos orbitais de fronteira, HOMO e LUMO, para predizer a posição mais reativa sobre espécies químicas:  HOMO (Orbital Molecular Ocupado de maior energia) e LUMO (Orbital Molecular desocupado de menor energia). No entanto, a abordagem HOMO-LUMO tem algumas limitações e outros conceitos são necessários para complementar os argumentos HOMO e LUMO. Novas perspectivas podem ser facilmente racionalizadas em relação á concepção da reatividade química de compostos orgânicos e inorgânicos, com base na composição e localização dos orbitais moleculares de fronteira. Assim, nesta revisão, analisamos os esforços recentes no sentido de investigar o papel do orbital molecular de fronteira efetivo para a reação, chamado de FERMO, que emergiu mais recentemente como uma poderosa ferramenta para descrever a quebra e formação de novas ligações químicas e, assim, abrir novas possibilidades para melhor compreender os aspectos mecanicistas que governam a reatividade química de moléculas.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20160032


Palavras-chave


FMO; FERMO; HOMO-LUMO; cálculos teóricos e reatividade.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online