Superfície de Energia Potencial em Coordenadas Hiperesféricas do Complexo He3

Alessandra F. Albernaz, Patrícia R. P. Barreto

Resumo


Neste trabalho, mostramos uma nova Superfície de Energia Potencial (SEP) para o complexo He3. A SEP foi obtida em termos das  coordenadas hiperesféricas. O potencial empregado tem uma forma analítica bem definida e muito simples. A dependência radial é obtida considerando três configurações principais, para as quais as energias foram calculadas usando os níveis CCSD(T) e MRCI e seis diferentes conjuntos de funções de base (aug-cc-pVXZ (X = D, T, Q, 5, 6) e d-aug-cc-pVQZ) e ajustada a uma função de Rydberg Generalizada.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20160025


Palavras-chave


Superfície de Energia Potencial; Complexo de van der Waals; Complexo He3; Coordenadas Hiperesféricas.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online