Mecanismos de Respostas das Plantas à Poluição por Metais Pesados: Possibilidade de Uso de Macrófitas para Remediação de Ambientes Aquáticos Contaminados

Ana Carolina D. Rodrigues, André M. dos Santos, Fabiana S. dos Santos, Ana Carolina C. Pereira, Nelson M. B. A. Sobrinho

Resumo


A contaminação da água por metais pesados vem despertando muita preocupação dos governantes e de toda população devido ao seu alto potencial de toxicidade a todos os seres vivos e ao ambiente. As macrófitas aquáticas têm sido estudadas para serem utilizadas como alternativas de recuperação desse ambiente, uma vez que possuem características favoráveis a esse processo. As diferentes espécies existentes podem responder de formas diversas ao ambiente contaminado por metais pesados, podendo ser sensíveis, exibindo sintomas de toxicidade e não tolerando elevadas concentrações de contaminação; ou tolerantes, utilizando mecanismos extra ou intracelulares que possibilitem seu crescimento na presença desses contaminantes. Nesta revisão nós apresentamos os principais mecanismos utilizados pelas plantas como resposta à contaminação por metais pesados.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20160017


Palavras-chave


Fitorremediação; poluição; tolerância.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online