Aprendizagem Significativa, Educação Ambiental e Ensino de Química: Uma Experiência Realizada em uma Escola Pública

Rosemeire de Oliveira, Thiago A. Cacuro, Senira Fernandes, Silvia Pierre Irazusta

Resumo


Este artigo apresenta resultados relativos à avaliação da percepção, receptividade e compreensão dos alunos de uma Escola Estadual da cidade de Santo André, estado de São Paulo, Brasil, em área de manancial e caracterizada por público situado em área carente, acerca dos conceitos da disciplina Química, quando apresentados sob um enfoque ambiental, e teve como foco levar os aprendizes a uma proposta de medição de pH de água de chuva do local de sua moradia e relacionar os resultados encontrados com conceitos de acidez, basicidade e poluição atmosférica. Os resultados mostraram que o nível de compreensão e interesse dos alunos torna-se maior quando os conceitos de Química são ligados à sua vida e aos seus interesses, bem como indicaram uma melhor compreensão dos conceitos químicos e ambientais, além de uma maior receptividade à disciplina, com 87% dos estudantes considerando importante o estudo de Química contra 56% da pesquisa inicial, evidenciando a importância do ensino, significativo e prático para o aluno.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20160066


Palavras-chave


Educação em química; aprendizagem significativa; meio ambiente; chuva ácida.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online