Estudo Químico e Avaliação do Potencial Antioxidante do Alburno de Vatairea guianensis Aubl.

Ronilson F. de Souza, Joyce Kelly R. da Silva, Geilson A. da Silva, Alberto C. Arruda, Milton N. da Silva, Mara S. P. Arruda

Resumo


O estudo químico do extrato etanólico do alburno de Vatairea guianensis Aubl. resultou no isolamento e identificação estrutural de dois compostos não descritos anteriormente na literatura para a espécie, denominados bolusantol D e formononetina. Além disso, foram identificados outros compostos comuns, tais como fisciona, crisofanol, ácido betulínico, sitosterol e estigmasterol. A elucidação das estruturas foi realizada através da análise espectróscopica de RMN 1H e 13C e técnicas bidimensionais, bem como comparação com os dados relatados na literatura. O extrato etanólico do alburno apresentou atividade significativa (CE50 = 3,7 ± 0,3 µg.mL-1) pelo método de sequestro de radicais de DPPH em comparação com Trolox (CE50 = 4,5 ± 0,1 µg.mL-1). Este trabalho é o primeiro descrevendo o estudo químico e o potencial antioxidante do alburno de V. guianensis.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20150110


Palavras-chave


Vatairea guianensis; isoflavonoides; antraquinonas; DPPH.

Texto completo:

PDF MS

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online