Contribuições da Educação de Jovens e Adultos para a Formação Inicial de Professores de Química

Adriana V. Rossi, Silvana Maria C. Zanini

Resumo


Este trabalho explora o potencial de uma parceria pública entre universidade e escola básica, para novos aprendizados, com foco nas contribuições para formação inicial de professores de Química. Ações do subprojeto Licenciatura em Química do projeto institucional da UNICAMP do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência, PIBID-CAPES, integraram licenciandos em Química e estudantes de um Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos, CEEJA, com ensino individualizado. Este contexto estimula a aproximação professor-estudante e favorece identificar aspectos afetivos, motivacionais e cognitivos relevantes para o processo de ensino e aprendizagem. A prática docente de busca por estratégias efetivas para promover a elevação do nível cognitivo dos estudantes mostrou-se favorável para a formação dos licenciados e dos estudantes envolvidos. As ações planejadas e executadas com foco no conhecimento químico trouxeram resultados positivos indicados em manifestações espontâneas e mudanças atitudinais dos licenciandos, sugerindo que a escola com ensino individualizado favorece a formação inicial de professores de Química.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20150052


Palavras-chave


Ensino de química; formação inicial de professores; ensino individualizado; parceria escola-universidade; PIBID.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online