Perfil do usuário

Imagem de perfil

Leo Moura

Resumo da Biografia A Importância Da Leitura No Ensino Fundamental Professor que se preocupa com a promoção da capacidade leitora, e, sucessivamente, com a capacidade escritora de seus alunos, esse professor deve disponibilizar livros dos mais variados gêneros e autores, sejam gibis, jornais, revistas, de forma a possibilitar acrescentamento do repertório enquanto leitores. Este artigo retrata a importância da como ler de forma eficiente em sala de aula, além disso, oferece suporte aos educadores e alunos na utilização de diversos recursos como fonte de estímulo aos mesmos, tendo como base neste trabalho acadêmico os seguintes teóricos: Paulo Freire (1989), Mercedes Justos (2010), Izaides Pereira (2007), Elisa Meirelles (2010), Renata Junqueira de Souza (1992), Ângela Fronckowinak (2010), Ana Maria Machado (2010) e outros reconhecidos na área pedagógica. A escola, dessa forma, toma como prioridade a aprendizagem da leitura, aprender a ler para, então ler para aprender, quer dizer, apropriarem-se de uma competência para compreender os diferentes tipos de textos, existentes no seu contexto social, e também fora dele. A atividade de leitura não corresponde a uma simples decodificação de símbolos, mas significa, de fato, interpretar e compreender que se lê. Nesse processamento do texto, tornam-se imprescindíveis também alguns conhecimentos prévios do leitor: os linguísticos, que correspondem ao vocabulário e regras da língua e seu uso; os textuais, que englobam conjunto de noções e conceitos sobre texto; e os de mundo, que correspondem ao acervo pessoal do leitor. E podemos dizer mais, a escola deve (ou deveria?) tratar de leitura e escrita em todas as matérias, e não apenas nas aulas de Língua Portuguesa; e em terceiro, a sociedade que deveria oferecer um ambiente cultural propício e encorajador, com muitas experiências de letramento, no qual todas as pessoas, de todas as idades, pudessem se sentir incluídas, não faz. bom desempenho nas atividades de estudo, supõe a aplicação sistemática e habitual de técnicas facilitadoras da análise e de registro posterior - fichamento, bem como, a utilização de recursos cognitivos que tornam possível mergulhar em um texto e extrair-lhe a essência, ou seja, localizar a idéia central compreendê-la, avaliá-la e usá-la -se que estudar em textos teóricos requer não somente uso de técnicas específicas, mas, uso sistêmico de operações cognitivas desenvolvidas a partir de um raciocínio treinado. Identificar, analisar e comparar atividades inerentes à contribuição da leitura e da escrita, demonstrando que a leitura é a significação da escrita numa reação, compreensão, avaliação e interação entre as pessoas, entre outras épocas, entre outros repertórios lingüísticos, entre outras produções artísticas estabelecendo novas conexões.