Doenças Multifatoriais e os Desafios no Planejamento de Fármacos Multialvos: A Contribuição do Laboratório de Avaliação e Síntese de Substâncias Bioativas - LASSBio®

Maria Leticia C. Barbosa

Resumo


A habilidade de micromoléculas em interagir com múltiplos biorreceptores é comumente designada pelo termo polifarmacologia. A polifarmacologia representa um novo paradigma no desenvolvimento de fármacos, cujos benefícios têm sido progressivamente reconhecidos e apreciados, principalmente no que se refere ao tratamento de doenças de natureza multifatorial, garantindo incrementos significativos na eficácia e segurança. A presente revisão descreve a contribuição do Laboratório de Avaliação e Síntese de Substâncias Bioativas - LASSBio®, ao longo de seus 20 anos de história, na identificação de novos protótipos multialvos, planejados como candidatos a fármacos para o tratamento de doenças de alto impacto socioeconômico e elevada prevalência na população mundial.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20150025


Palavras-chave


Polifarmacologia; fármacos multialvos; doenças multifatoriais; planejamento de fármacos.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online