Reações Catalíticas Empregando o Efeito Plasmônico de Nanopartículas Metálicas Suportadas

José Carlos Netto-Ferreira

Resumo


A excitação de nanopartículas metálicas por radiação eletromagnética faz que os elétrons de condução ajam como um oscilador harmônico em resposta ao campo elétrico oscilante, como o apresentado pela luz, o que resulta no aparecimento de uma absorção denominada banda de ressonância plasmônica superficial. O efeito plasmônico daí resultante pode ser empregado em diversas aplicações tais como em espectroscopia, em sensores químicos e biológicos, na diagnose e terapia do câncer, na liberação controlada de fármacos e em tecnologias de geração de energia renovável como em células solares e na produção de hidrogênio. Nanopartículas metálicas em solução coloidal ou suportadas são também empregadas como catalisadores em reações químicas tais como reações de oxidação, de redução, em reações fotocrômicas, na fotodegradação de poluentes orgânicos e em outras reações de importância sintética, apresentando um grande potencial devido, principalmente, ao fato de as nanopartículas metálicas não serem tóxicas e de não causarem danos ao meio ambiente. A descrição e o entendimento destes processos, com base em trabalhos previamente publicados na literatura, é o objetivo principal deste artigo de revisão.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20150010


Palavras-chave


Nanopartícula; radiação eletromagnética; ressonância plasmônica.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online