Casca do Tamarindo: Caracterização e Estudos de Adsorção de Azul de Metileno e Cromo(VI) usando a Técnica de Banho Finito de Líquido

Arlan Assis Gonsalves, Cleônia Roberta M. Araújo, Carlos Alberto Leito Filho, Felipe S. Medeiros

Resumo


Este trabalho descreve o uso da casca do tamarindo como um adsorvente alternativo para a remoção de azul de metileno e cromo(VI) de soluções aquosas. O adsorvente foi utilizado em estudos de sorção em sua forma não modificada. O sólido foi caracterizado por MEV, BET e BJH. Grupos funcionais ácidos na superfície do adsorvente foram revelados através de FTIR, titulação de Boehm e pHPCZ. Os resultados mostraram que a cinética de equilíbrio foi alcançada em 120 e 180 min para o corante e o metal, respectivamente. Os dados de cinética se ajustaram melhor ao modelo de pseudo-primeira ordem, para adsorção do corante, e ao modelo de pseudo-segunda ordem, para adsorção do metal. Mudanças nas etapas de adsorção (fase lenta e rápida) foram definidas pelo parâmetro do MCVP usando o algoritmo de Hung. Os efeitos do pH e da força iônica na capacidade de adsorção também foram estudados.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20140095


Palavras-chave


Casca do tamarindo; Adsorção; Azul de metileno; Cromo(VI).

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online