Fragrâncias Almiscaradas em Espectros Teóricos de IV por Métodos Quânticos Semi-Empíricos

Daniela Regina B. Magallhães, Elaine Rose Maia

Resumo


Em 1996, Luca Turin reuniu diferentes métodos quânticos semi-empíricos para a específica modelagem de odorantes. Os espectros teóricos obtidos na região do infravermelho informaram os diferentes perfis das fragrâncias. Assim, este artigo apresenta uma coleção de espectros teóricos, gerados do emprego dos tradicionais Hamiltonianos NDDO/AM1, PM3 e PM6, para dezesseis consagradas moléculas almiscaradas, que compõem as notas de fundo das fragrâncias e apresentam atividade fixativa. Os resultados indicam pela primeira vez na literatura quais modos vibracionais são possivelmente responsáveis pelo odor almíscar. Tal estudo da relação estrutura-odor pode guiar a modelagem de novos almíscares, como também ajudar a identificar novos almíscares de ocorrência natural.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20140091


Palavras-chave


Almíscar; métodos quânticos semi-empíricos; espectroscopia no infravermelho.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online