Reaproveitamento de Resíduo de Moinha de Carvão Vegetal para Adsorção de Íons Metálicos em Meio Aquoso

Andressa C. Sasaki, Liliane S. de Lima, Sueli P. Quináia

Resumo


A busca por soluções para a minimização dos resíduos nas indústrias tem sido maior a cada ano, seja para a otimização de seus processos e redução de custos industriais ou pelas exigências dos órgãos ambientais pelo enquadramento em sistemas sustentáveis. O resíduo sólido gerado pela moinha de carvões vegetais, comumente descartados em aterros industriais, foi caracterizado e apresentou estabilidade térmica, porosidade e uma área superficial capaz de adsorver íons metálicos em meio aquoso com eficiência. O resíduo apresentou uma área superficial BET de 330 m2/g, que corresponde a aproximadamente 60 % da área de um carvão ativado comercial usado em tratamento de água e efluentes. A eficiência de adsorção foi investigada em níveis diferentes de concentração dos íons Cu2+, Cr6+ e Al3+ , de temperatura e do tempo de contato. A temperatura e o tempo não influenciaram significativamente na remoção dos íons. A concentração inicial dos íons em solução mista foi importante e os íons Al3+ e Cr6+ foram eficientemente removidos mesmo em altas concentrações. Em amostra de água natural dopada com os íons metálicos o resíduo removeu 70 % dos íons Cu2+, 98 % dos íons Cr6+ e 99% dos íons Al3+.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20140101


Palavras-chave


Carvão; reaproveitamento; resíduo; adsorção; íons metálicos.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online