Desenvolvimento de um Biossensor Eletroquímico Obtido com Extrato Vegetal para a Determinação de Triglicerídeos em Biodiesel

Renata Kelly Mendes, Barbara P. Moino, João Pedro P. Guilherme, Alessandra B. Nogueira

Resumo


Uma fonte energética renovável, alternativa aos combustíveis fósseis, que tem recebido bastante atenção é o biodiesel, por apresentar características similares e, em alguns casos, até melhores que o diesel mineral. No entanto, para garantir o controle da qualidade deste biocombustível, a Agência Nacional do Petróleo e Biocombustiveis (ANP), estabelece limites considerados adequados para manter suas características químicas e físico-químicas. Neste contexto, um biossensor de pasta de carbono a base de peroxidase, proveniente de extrato de nabo, foi utilizado para a determinação de triglicerídeos não reagidos em amostras de biodiesel. O dispositivo apresentou precisão das medidas, além de simplicidade de utilização e baixo custo. Os resultados obtidos foram comparados com a cromatografia gasosa, obtendo-se uma variação de 3,37% nos teores, com uma região linear de 5,5 e 55 µmol L-1 e limite de detecção de 4,0 10-8 mol L-1 (método IUPAC). As análises com biossensores se enquadram na Química Analítica Verde, pois utilizam poucos reagentes e geram baixo índice de resíduos.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20140065


Palavras-chave


Biossensor enzimático; triglicerídeo; peroxidase; biodiesel.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os coment?rios


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online