Consolidação dos Grupos de Pesquisa em Plantas Medicinais e Fitoterápicos no Brasil

Paula G. Santos, Antonio Carlos Siani

Resumo


Este estudo realizou um inventário, utilizando o Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq, por intermédio da busca orientada pelas chaves temáticas Plantas Medicinais, Fitoterápicos, Produtos Naturais e Biodiversidade. As informações quantitativas referentes aos Grupos de Pesquisa e Linhas de Pesquisa que utilizam estes termos em suas definições foram tabuladas com base nos censos bianuais realizados pelo órgão entre 2000 e 2010, considerando-se as regiões geopolíticas do Brasil. Este quadro foi completado com o mesmo levantamento aplicado separadamente aos estados da União para o biênio 2010-2012. Observa-se uma tendência positiva e constante de crescimento e consolidação das Linhas e Grupos de Pesquisa envolvidos com esses temas nesta primeira década do século XXI; assim como uma correspondência direta entre a quantidade de grupos cadastrados e os temas mais abrangentes que incluem disciplinas diversas. Os resultados são discutidos com referência à capacidade acadêmica do país em produzir inovações nestas áreas diretamente relacionadas à produção de tecnologias a partir de recursos da biodiversidade.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20130037


Palavras-chave


Plantas Medicinais; Fitoterápicos; Grupos Brasileiros de Pesquisa.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online