A Formação do Licenciado em Química na UFC Discutida nas Modalidades Ensino à Distância e Presencial

Viviane G. P. Ribeiro, Claudenilson S. Clemente, Francisco Jonas N. Maia, Francisco A. D. Filho, Selma Elaine Mazzetto

Resumo


Atualmente, o Ensino à Distância vem sendo adotado estrategicamente para expandir o ensino superior no país, que além de reduzir limites geográficos, flexibiliza os estudos. O presente trabalho descreve o primeiro panorama do curso de Licenciatura em Química Semipresencial da UFC, após quatro anos de existência, buscando avaliar sua evolução, o perfil e o grau de satisfação dos alunos. Uma comparação com seu análogo na modalidade presencial também fez parte do escopo do trabalho, dentro de critérios factíveis de comparação. Inicialmente, foi aplicado um questionário com os estudantes matriculados no sistema virtual de aprendizagem. Os dados obtidos neste estudo foram comparados com os dados obtidos junto à coordenação do Curso de Licenciatura em Química presencial. Os resultados mostraram que no perfil do curso à distância prevalecem alunos mais velhos, da escola pública e profissionalmente ativos. Em ambas as modalidades, os estudantes declararam-se satisfeitos com o andamento do curso, apesar dos desafios encontrados.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20130068


Palavras-chave


Perfil dos Estudantes; Educação à Distância; Licenciatura em Química.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online