Estágios Iniciais de Crescimento de um Filme Fino Híbrido Polipirrol com [Sn(Dmit)3]2-, [Tris(1,3-Ditiola-2-Tiona-4,5-Ditiolato) Estanato]2-, por Microscopia de Força Atômica e Análise de Dimensão Fractal

Marcus Vinicius David, Renata A. Simão, Ana Maria Rocco

Resumo


Neste trabalho, a morfologia e a dimensão fractal de filmes híbridos obtidos por electropolimerização de uma solução de pirrol e [NET4]2[Sn(dmit)3] (PPy/Sn(dmit)3) foram investigadas por microscopia de força atômica (AFM).  O método de contagem de caixa foi utilizado para tratar quantitativamente as imagens. A electropolimerização de PPy/Sn(dmit)3 foi realizada à temperatura ambiente sob controle galvanostático usando densidade de corrente constante de deposição de 1 uAcm-2 e controle potenciostático em +0,8 V (vs ECS) em diferentes tempos. Modos diferentes de crescimento foram observados para os filmes produzidos pelas duas técnicas.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20130046


Palavras-chave


Filmes finos de polipirrol; complexos de dmit; microscopia de força atômica.

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online