Diversidade Química dos Óleos Essenciais de Plantas do Jardim Botânico da UFRRJ e de Outras Localidades, Baseado em Análise de Imagem e Estatística Multivariada

Marco Andre Alves de Souza

Resumo


O Jardim Botânico da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (JB/UFRRJ) atua como um instrumento voltado ao estudo e a conservação da biodiversidade nativa e exótica. Além disso, o JB/UFRRJ vem se destacando por promover ações diretas de incentivo à pesquisa básica e ao desenvolvimento de atividades de extensão. A coleção de espécies vegetais nativas e exóticas do JB/UFRRJ incluem algumas plantas consideradas aromáticas, que produzem óleos essenciais com aplicações e usos diversos e de grande interesse acadêmico. Neste contexto, o objetivo do presente trabalho consistiu em analisar a diversidade química dos óleos essenciais obtidos de algumas plantas do acervo do JB-UFRRJ e de outras localidades e apresentá-los por meio de um gráfico de Arranjo-químico. Para a obtenção dos óleos essenciais foi realizada a hidrodestilação das folhas e/ou frutos de 14 espécies vegetais. A caracterização química dos óleos essenciais foi realizada por cromatografia (CG-DIC e CG-EM) e o perfil químico de cada amostra de óleo essencial foi apresentada na forma de "Arranjo-químico". Os resultados obtidos foram submetidos à análise de componentes principais (ACP) e de agrupamento hierárquico (AAH). A análise química dos óleos essenciais permitiu a identificação de 114 substâncias distribuídas nas espécies estudadas. Foi possível identificar marcadores químicos específicos como o mentol e a carvona, assim como não específicos como o eugenol, citral e o citronelal. Foi observado que que as classes gerais de substâncias voláteis agrupam melhor dentro de um contexto taxonômico se comparadas as análises baseadas na composição total. A ACP e AAH realizadas com base nas classes de substâncias e do perfil químico superaram as relações taxonômicas.

 


Palavras-chave


plantas aromáticas, quimiossistemática, chemoarray, voláteis



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online