Effect of food phenolic compounds on the activity of rat liver CYP2C subfamily enzymes evaluated by a newly validated method of high-performance liquid chromatography

Davyson de Lima Moreira

Resumo


Neste estudo, avaliamos os efeitos inibitórios de ácidos fenólicos (ácidos cafeico, ferúlico, p-cumárico e vanílico) e flavonoides (hesperidina, quercetina e rutina) sobre a atividade de CYP2C12/11 (ortologos da CYP2C9 humana). Um novo método de cromatografia em fase líquida de alta eficiência (HPLC-DAD) foi desenvolvido e validado para quantificar diclofenaco (DCF, substrato para CYP2C9) e 4´-hidroxidiclofenaco  (4’-OH-DCF, produto da reação) em microssomos hepáticos de rato. Os efeitos fenólicos (100 µM) e do fluconazol (controle positivo, 100 µM) sobre a hidroxilação do DCF (marcador para atividade de CYP2C9) foram testados em microssomos hepáticos de ratos Wistar fêmeas induzidos por tratamento com rifampicina. Quercetina, hesperidina e rutina apresentaram um efeito inibitório modesto (15-21% de inibição) sobre a atividade catalisada pela CYP2C no fígado de ratos, enquanto os ácidos fenólicos testados não exibiram qualquer efeito. Em conjunto, estes resultados indicaram que, nos níveis encontrados na dieta humana, é improvável que os fenólicos testados afetem o perfil de eliminação de fármacos e outros xenobióticos mediados por enzimas da subfamília CYP2C em ratos

Palavras-chave


Citocromo P450, CYP2C, farmacocinética, interação medicamentosa, produtos naturais



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online