Caracterização química de amostras de biocarvão de casca de banana e bagaço de laranja carbonizados a 400 e 600°C

Wenceslau Geraldes Teixeira

Resumo


O biocarvão é um produto da pirólise de resíduos orgânicos com potencial uso na agricultura. A utilização depende de suas propriedades físico-químicas, que variam de acordo com a biomassa e o processo de pirólise utilizado. As agroindústrias de processamento de laranjas e bananas geram uma grande quantidade de resíduos. Nós produzimos biocarvão de cascas de banana e bagaços de laranja com pirolise a 400 e 600 °C. Os resultados mostraram variação das características em função da biomassa e da temperatura de pirólise. Todos biocarvões mostraram pH alcalino. Os biocarvões de casca de banana apresentam elevados valores de cinzas e condutividade elétrica. Os teores de carbono variaram 50 – 60 %. Os teores de Cu limitam o uso agrícola, assim com o teor de naftaleno no biocarvão de bagaço de laranja carbonizado a 600°C. São necessários estudos complementares sobre vantagens agronômicas e riscos da utilização deste biocarvões nos solos tropicais.

Palavras-chave


biochar, HPA, biocarvões, residuos agroindustriais, cinzas, XRF, CONAMA 420



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online