Fragilidade osmótica eritrocitária e atividade citotóxica do extrato aquoso de Indigofera suffruticosa Mill (Fabaceae)

Tainá Maria Santos da Silva, Renatha Claudia Barros Sobreira, Jéssica de Andrade Gomes Silva, Marcos Aurélio Santos da Costa, Maria Isabel de Assis Lima, Anderson Arnaldo da Silva, Willams Alves da Silva, Wendel José Teles Pontes, Sônia Pereira Leite

Resumo


Indigofera suffruticosa Mill (Fabaceae) ocorre em abundância no nordeste do Brasil e tem intenso uso popular no tratamento de processos infecciosos e inflamatórios. Diversas atividades biológicas, como anti-inflamatória, anticâncer, antitumoral, protetor do fígado e baixa toxicidade são relatados para esta planta. O objetivo deste estudo foi investigar a fragilidade osmótica e propriedade citotóxica do extrato aquoso de folhas de I. suffruticosa. O extrato aquoso de folhas de I. suffruticosa foi obtido por maceração, filtração e posteriormente liofilizado, sendo utilizados no ensaio de fragilidade osmótica com sangue de carneiro e efeito citotóxico no ensaio Allium cepa. A fragilidade osmótica eritrocitária apresentou baixo nível de hemólise, tanto pela avaliação qualitativa do sobrenadante quanto pelo resultado do percentual hemolítico. Para a avaliação citotóxica com Allium cepas não foram identificadas anormalidades cromossômicas como também diferenças no processo de divisão celular (interfase, prófase, metáfase anáfase e telófase) entre o grupo controle e os grupos submetidos às diferentes concentrações do extrato aquoso de folhas de I. suffruticosa (50 µg/mL, 500 µg/mL e 1000 µg/mL). Contudo, o extrato na concentração de 50 µg/mL em relação às concentrações de 500 µg/mL e 1000 µg/mL apresentou maior desenvolvimento radicular. Concluindo-se que o extrato aquoso de folhas de I. suffruticosa demonstrou baixo índice de hemólise e ausência de anormalidade cromossômica ou alteração nas fases das divisões celulares, sugerindo integridade da membrana celular e baixo nível de toxicidade.

Palavras-chave


Indigofera suffruticosa; ação hemolítica; citotoxicidade; divisão celular.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online