Avaliação da atividade antioxidante de frações de Bryophyllum pinnatum (Lam.) Oken incorporadas em β-ciclodextrina

Ângelo Márcio Leite Denadai, Elisa Gomes Lanna, Vanessa Cristina Bittencourt, Ana Maria Santos Moreira, Orlando Vieira Sousa

Resumo


O objetivo do presente trabalho foi sintetizar, caracterizar e avaliar a atividade antioxidante in vitro de fitocomplexos produzidos pela mistura das frações em hexano, diclorometano, acetato de etila e butanol de Bryophyllum pinnatum (Lam.) Oken com beta-ciclodextrina (βCD). Após a produção, os fitocomplexos foram caracterizados em solução e no estado sólido por espectroscopia na região do UV-vis e análise termogravimétrica, sendo possível demonstrar a preferência da βCD pelas frações ricas em flavonoides (acetato de etila e butanol). Quanto à avaliação da atividade antioxidante, ambas as metodologias utilizadas no estudo, DPPH e FRAP, mostraram que a fração em acetato de etila foi a que apresentou melhoria da atividade antioxidante na presença de βCD, como resultado das interações dos flavonoides com a ciclodextrina.

Palavras-chave


Bryophyllum pinnatum, ciclodextrina, compostos de inclusão, antioxidante, flavonoides.



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online