Eletrodos de Micro e Nanodiamante Dopados com Boro Aplicados na Degradação do Composto Orgânico Bentazona

Marta Dos Santos

Resumo


Eletrodos de diamante micro e nanocristalinos (DDB e NDDB, respectivamente) dopados com boro foram crescidos pela técnica de deposição de diamante CVD (Chemical Vapor Deposition). Os eletrodos foram caracterizados morfologicamente, estruturalmente e eletroquimicamente. Os eletrodos DDB e NDDB foram utilizados no estudo da degradação eletroquímica do composto orgânico bentazona, previamente purificado a partir do herbicida comercial Basagran® 600 Herbicida [Composição: 3-isopropyl-1 H-2,1,3-benzothiadiazin-4(3H)-one-2,2-dioxide (Bentazona) - 600 g/L (60,0% m/v) e outros ingredientes - 630 g/L (63,0% m/v)]. Os resultados obtidos indicaram que durante a degradação vários intermediários são formados e ocorre a formação de pontos isosbésticos, indicando que durante a degradação existe a formação de equilíbrio ácido-base e/ou tautomérico entre os intermediários formados e que, o eletrodo de NDDB foi o mais eficaz no processo de eletrólise do composto orgânico bentazona, apresentando o menor consumo energético associado à maior redução de carbono orgânico total (COT).

Palavras-chave


Processo Oxidativo Avançado Eletroquímico



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online