Atividade Antileishmania e Citotóxica In Vitro de Annona mucosa (Annonaceae)

Janaína P. S. de Lima, Maria Lucia B. Pinheiro, Antonio Marcos G. Santos, José L. S. Pereira, Delvania M. F. Santos, Andersson Barison, Emmanoel V. Costa, Izaltina Silva-Jardim

Resumo


A atividade antileishmania dos extratos das folhas e sementes de Annona mucosa, e do alcaloide oxoaporfínico liriodenina isolado do extrato diclorometano das folhas foi avaliada in vitro contra formas promastigotas de três espécies de  Leishmania, e formas amastigotas intracelulares de Leishmania amazonensis. A atividade citotóxica foi avaliada contra macrófagos peritoneais de camundongos. O extrato diclorometano das folhas foi o mais ativo contra Leshmania spp. apresentando valores de CI50 menores que 30 µg.mL-1. O alcaloide liriodenina foi o mais citotóxico contra macrófagos peritoneais. Os extratos hexânicos das sementes apresentaram maior indice de seletividade contra  Leishmania spp. (IS = 5,93 a 1,54). Todas as amostras foram ativas contra formas amastigotas intracelulares, inibindo, depois de 96h, mais que 70% da replicação de amastigotas nos  macrófagos infectados. A investigação fitoquímica do extrato diclorometano das folhas de A. mucosa levou ao  isolamento dos alcaloides oxoaporfínicos atherospermidina (1) e liriodenina (2), identificados com base nos seus dados espectroscópicos, principalmente RMN 1D/2D, e comparação com os dados da literatura.

 

DOI: 10.5935/1984-6835.20120052


Palavras-chave


Atividade antileishmania; Annona mucosa; alcaloides oxoaporfínicos; Annonaceae.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online