Prospecção Química e avaliação da atividade biológica da própolis de Salinópolis, Pará

Darlan Coutinho Dos Santos

Resumo


Este trabalho investiga a presença de metabólitos secundários na própolis de Salinópolis, Pará, bem como as atividades antioxidante e citotóxica. Os extratos hexânico e metanólico foram preparados através da maceração e concentrados sob pressão reduzida. A partir da triagem fitoquímica foram identificadas as classes dos fenólicos, flavonoides, saponinas, taninos e esteroides no extrato metanólico e no extrato hexânico fenólicos e flavoinoides. Os extratos metanólico (IC50 93,92±21,76 μg/mL) e hexânico (IC50100,18± 18,71) apresentaram uma boa atividade antioxidante pelo método do DPPH. Os extratos não apresentaram atividade citotóxica sendo considerada atóxica. Os resultados indicam que a própolis pode ser uma fonte compostos com atividade antioxidante e são necessários novos estudos para uma possível utilização desse tipo de própolis como fitoterápico.

Palavras-chave


Própolis; antioxidantes; flavonoides



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online