Potencial Farmacológico de Chalconas: Uma Breve Revisão

Maria Kueirislene A. Ferreira, Raquel Oliveira dos S. Fontenelle, Francisco Ernani A. Magalhães, Paulo Nogueira Bandeira, Jane Eire Silva A. de Menezese, Hélcio Siulva dos Santos

Resumo


As chalconas são cetonas aromáticas que ocorrem naturalmente, consistindo de um sistema de carbonila ,-insaturado que une dois anéis aromáticos. É uma classe de flavonóides de cadeia aberta, abundantemente encontradas em plantas das famílias Leguminosae, Compositae e Moraceae, estão presentes em frutas, vegetais, grãos, raízes, flores, chás, vinhos, produtos regularmente utilizados para consumo humano, assim como podem ser modificadas por reações de hidroxilação, condensação ou metilação. Pesquisas que investigam as propriedades das chalconas têm mostrado um grande espectro de atividade biológica, o que vem reforçando desde o isolamento, síntese, identificação e investigação dos efeitos biológicos. Esta revisão foi realizada com base nos artigos científicos publicados sobre chalconas, enfatizando as seguintes atividades farmacológicas: antioxidante, antinociceptiva, antinflamatória, ansiolítica e anticonvulsivante em relação ao período dos últimos dez anos. Diante disto, as atividades relatadas, mostraram resultados significativos de trabalhos que investigaram diferentes potenciais farmacológico das chalconas e seus derivados a fim de se obter informações preliminares no desenvolvimento possíveis fármacos.

Palavras-chave


Chalconas; atividades biológicas; Fármacos.



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online