Análise de modelos cinéticos para a taxa de deslignificação com oxigênio no processo industrial de pré-branqueamento da polpa celulósica

Bruno César Masson Miguel, Esly Ferreira da Costa Junior

Resumo


A lignina é uma macromolécula formada a partir de três álcoois p-hidróxi-cinamílicos precursores. Esta substância está presente na polpa celulósica e diminui a alvura da mesma. Logo, ela precisa ser removida por agentes deslignificantes no processo de branqueamento da polpa celulósica. Desde a utilização do oxigênio como agente deslignificante da polpa celulósica, pesquisadores têm propostos modelos matemáticos para descrever o fenômeno de deslignificação. A bibliografia sobre modelagem matemática do processo de deslignificação com oxigênio é vasta e complexa, envolvendo conceitos cinéticos, de transferência de massa e de cálculo de reatores. Neste trabalho são apresentados um histórico do processo de deslignificação com oxigênio e um levantamento dos tipos de modelos deste processo. Analisam-se e discutem-se os níveis de complexidade de cada modelo e sua aplicabilidade, sendo os mesmos classificados segundo critérios estabelecidos neste trabalho.

Palavras-chave


Celulose; Deslignificação, Branqueamento da polpa celulósica; modelagem



Creative Commons License
A Revista Virtual de Química está licenciada sob as condições do Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil License. Sob esta licença, a RVQ permite que seu conteúdo seja copiado, distribuído, exibido e executado desde que os devidos créditos à Revista e aos autores sejam dados. Contudo, o usuário não poderá utilizar o conteúdo com finalidades comerciais, a menos que obtenha permissão da Editoria da Revista.
Visitantes Online